Segunda-feira, 17 de Abril de 2006
Marisa - A Super Mulher

Super Mulher.jpg


Perante um convite dos meus "sogros para passar o fim-de-semana grande ao Algarve com eles, eu e a minha cara metade decidimos que até nos faria bem mudarmos um bocadinho de ares e aproveitar para descansar à grande, pelo que aceitámos o convite e lá fomos nós na 5ª feira noite. Eu, tendo uma pele branca de fazer inveja à própria branca de neve, ansiava por apanhar uns belos banhos de sol à beira da piscina e deliciar-me a ler o Código Da Vinci. 


Sexta-feira - Choveu de manhã à noite, mas saí gloriosa pois consegui convencer o Luís a ir às compras comigo num Centro Comercial descoberto e cheio de gente (proeza que normalmente só consigo num máximo de 2 vezes por ano). Como gaja que sou, as nuvens negras daquele dia dissiparam-se logo com a compra de 2 ou 3 artigos de vestuário.


Sábado - Que dia maravilhoso. O sol brilhava, as gaivotas grunhiam e estava preparadíssima para pôr em prática o plano traçado. Quando desço as escadas, a minha "sogra" dá-me os bons dias e não sei como aconteceu mas demos por nós a falar dos arbustos do quintal que já precisavam de ser aparados novamente e que ela sozinha não consegue e o meu "sogro" também nem sempre está disposto e com os problemas de saúde... Eu, sempre voluntariosa e rija que nem um pêro, perguntei onde estavam as tesouras e as luvas e meti mãos à obra (pensando que num bocadinho despachava os arbustos). "Tchec, tchec, tchec, tchec, tchec..." a manhã toda e o sol que apanhei foi enquanto cortava os arbustos ao pé do portão da garagem. "Bem - pensei eu - não estou à beira da piscina mas tou a fazer uma boa acção. Afinal de contas também gosto de vir aqui passar férias portanto estou a dar o meu contributo. Tchec, tchec, tchec..." - A esta altura, perguntam vocês, "então e a tua cara metade?" - Estava a dormir. Afinal tinhamo-nos deitado tarde e por isso ele preferiu ficar na cama em vez de apanhar banhos de sol e, quando acordou, tinha um jornal muito importante para ler. Ficou com a tarefa de levar todos os sacos que enchemos com lixo para o caixote. Quando terminei, caí literalmente para trás (felizmente à beira da piscina) e deixei-me ficar ali a apanhar os ditos banhos de sol (isto já na parte da tarde). O pior... foi à noite. O meu "heroísmo" serviu para que mal conseguisse mexer os braços e necessitasse de 2 mãos para levar um copo à boca (ridículo) e quando me fui deitar, o Luís teve que me ajudar a despir (eu não conseguia). Tentar tirar um comprimido de uma placa de comprimidos tornou-se uma tarefa impossível e extremamente dolorosa... Já alguma vez vos doeu as unhas? A mim doiam-me... as unhas, os dedos, os braços, o pescoço, as costas...


Domingo - Dormi até cair de cú! Fomos almoçar ao apoio de praia onde comi um belo bife. Ia sufocando com um naco de bife, mas consegui dar volta à situação antes de começar a ficar roxa da falta de ar e ter que pedir ajuda. Ficou-me uma valente impressão na garganta de que algo fora do tamanho permitido por quelas bandas tentara passar. Felizmente a viagem para cá foi calma, estava um clima muito agradável e aproveitámos para fazer a viagem pela estrada antiga.


Posso dizer que foi um óptimo fim-de-semana :-)



publicado por Marisa às 19:04
| diz qualquer coisa | favorito
|

18 comentários:
De Joana a 17 de Abril de 2006 às 19:35
Antes de mais, devo dizer que a gaja da foto não é a super-mulher, é a mulher-maravilha. O que tendo em conta a descrição do fim de semana vai dar ao mesmo.
O jornal muito importante até adivinho qual é: só pode ser aqueles jornais de negócios que qualquer empresário de sucesso deve ler. Ou então não...
E quanto àquela conversa do bife... nem comento porque senão começa a parecer um outro blog que eu conheço...


De Marisa a 17 de Abril de 2006 às 20:05
Claro que era um jornal importantíssimo!!! Começava com um "Re", acabava com "rd" e nos meio tinha as letras "co".


De eu a 18 de Abril de 2006 às 15:00

A dar graxa à sogra...


De Marisa a 18 de Abril de 2006 às 15:54
Não preciso, ela já gosta mais de mim do que de batatas fritas. HEHE


De eu a 18 de Abril de 2006 às 17:25

Isso é o que todas dizem, depois vem a punhalada pelas costas...e batatas fritas não foi um bom exemplo... :)


De Miguel. a 19 de Abril de 2006 às 16:14
Quer dizer, cortas duas ou três folhitas e já te achas uma mártir...


De Miguel. a 19 de Abril de 2006 às 16:16
Além de que comes que nem uma avantesma sem ver por onde o metes, e depois armas-te em vítima... e em vez de procurares comungar dos valores inerente à época, buscas a vazia superficialidade de uns banhos de sol... e ainda culpas toda a gente à tua volta. Isto devia chamar-se "Marisa, a Super-Vilã"!


De Marisa a 19 de Abril de 2006 às 16:18
Não desgosto não senhor, hehehehe


De Lit a 19 de Abril de 2006 às 16:21
Já andou mais longe da verdade... só Deus sabe o que eu sofro nas mãos desta rapariga...


De Marisa a 19 de Abril de 2006 às 16:31
Só te digo isto: SEXO


Comentar post

sobre mim
online
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Coisas Recentes

Actas e actos

Só me apetece é gritar

A gaja vai à discoteca

Fim de Ano

Ia a conduzir e ouvi na r...

Coisas Antigas
subscrever feeds