Domingo, 4 de Janeiro de 2009
ANO NOVO, VIDA NOVA

Entrou o novo ano e pela 1ª vez em muito anos, eu estava completamente sóbria!

Já por ai se adivinha que este novo ano vai ser bastante diferente para mim (e também para a cara metade, como é óbvio)!

A nossa vida vai levar uma reviravolta tão grande que a dada altura nem vamos saber se é de dia ou de noite... vamos ficar atulhados de fraldas, choros, desespero de não saber o que fazer e uma cansaço enorme, mas no fim, ao olhar para duas carinhas tranquilas a dormir e aqueles primeiros sorrisos desdentados que só os bébés sabem dar, é o suficiente para nos sentirmos felizes e pensar que tudo vale a pena.

 

É uma nova etapa que começa este ano e que aos poucos nos mentalizamos para ela. A realidade só nos atingirá a partir do momento em que elas irão nascer, sei disso, mas até lá há todo um processo de mentalização.

Mentalização de algumas coisas tais como:

- Não vamos conseguir ver um filme de seguida e até ao fim num só dia;

- Não vamos nunca mais (talvez nunca seja forte mas é bastante aproximado) dormir até muito tarde (11:00 - 12:00 - 13:00);

- Não vamos poder enfrascarmo-nos os dois ao mesmo tempo (numa passagem de ano por exemplo);

- Não vamos poder ir sair à noite (ou de dia) quando nos der na "veneta";

- Não vamos poder passar uma tarde inteira a jogar playstation...

 

Entre estas há muitas outras, a lista é interminável!

 

Mas como corajosos que somos encaramos o desafio com um sorriso nos lábios. Perigo e aventura é o nosso nome do meio! Venham elas que nós estamos preparados!

 

P.S. - A pedido de algumas "famílias" (pronto, pronto, é só o Márcio) aqui vai um ponto da situação:

- Aumentei mais um kilo e a barriga cresce de dia para dia;

- Já não consigo apertar os ténis e cortar as unhas dos pés;

- Elas mandam pontapés cada vez mais fortes;

- Continuam na posição Ying e Yang, o que significa que provavelmente vou ter que ir à faca;

- Continuo a sentir-me como o Humpty Dumpty e por vezes o Hitchcock (mas com mais cabelo)

- Este mês já não vou trabalhar - estou de baixa.

 



publicado por Marisa às 18:05
| diz qualquer coisa | favorito
|

7 comentários:
De Chuck Norris a 6 de Janeiro de 2009 às 12:18

Eu não queria vir aqui mandar vir, juro.
Afinal de contas, por muito divertido que isso seja, esta é uma conversa séria...

Mas depois o "hugo" veio dar aqui um conselho bem pensado... e eu então reparei, ele referiu-se apenas à parte "Não vamos poder ir sair à noite..."
Porquê? Ah, porque ao menos esse 'problema' tem alguma razão de ser!

É que francamente, este pessoal que acha que o que vai 'perder' é bebedeiras propositadas e tardes de consola, não sei devia andar a constituir família.
"Ah, quais são os planos para hoje? Queres ficar enjoado, vomitar que nem um animal e conduzir embriagado, ou queres ficar horas seguidas a vegetar à volta de um videojogo?"
"Iá, bué da fixe, podemos fazer os dois??"
Pensando bem, não sei este pessoal devia ser autorizado a fazer parte da sociedade...

E ainda por cima não trabalham. Tiram 'baixa', estes parasitas.
E ninguém faz nada!


De Metralha a 6 de Janeiro de 2009 às 15:27
Só não percebo uma coisa:
"-Não vamos poder passar uma tarde inteira a jogar playstation..."
Não será antes, o Obelix não vai poder mais jogar a tarde toda???
:-)


De Marisa a 6 de Janeiro de 2009 às 20:14
Não Metralha.... a frase está mesmo correcta. Ao contrário do que muita gente pensa (principalmente os homens) eu, por mais estranho que vos possa parecer (embora eu não compreenda porquê), gosto de jogar playstation e não só. Gosto de jogos de tabuleiro, snooker, jogos de máquinas, etc, etc... eu tive um 48K Spectrum, um 128K e perdia tardes inteiras a jogar no AMIGA.
Irrita-me solenemente quando se voltam apenas para o Luis e perguntam: "Queres ir jogar?" e a mim não perguntam nada, é como se não existisse!
Tótós do caraças!


De Natchaty a 6 de Janeiro de 2009 às 11:46
Não foi nada disto que eu pedi... Vou mandar para trás!


De Eva a 5 de Janeiro de 2009 às 15:17
Estou mesmo aqui ao lado, se precisares é só apitar ;) Bjinhus


De hugo a 5 de Janeiro de 2009 às 11:58
Isso de não poder sair e enfrascarem-se ao mesmo tempo tb não é assim... Aposto que os avós ficariam todos contentes por ficar uma noite com os netinhos.


De Marisa a 6 de Janeiro de 2009 às 20:17
É verdade que os avós ficariam contentes. O problema é que elas já vão estar ao pé das netas todos os dias, pelo menos meio dia... não sei se também à noite será uma ideia bem vinda tão depressa... é que sabes... isto de gémeos tem mesmo que se ter ajuda permanente - EU SEI! :)


Comentar post

sobre mim
online
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Coisas Recentes

Actas e actos

Só me apetece é gritar

A gaja vai à discoteca

Fim de Ano

Ia a conduzir e ouvi na r...

Coisas Antigas
subscrever feeds