Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008
Caminhada nocturna

 

Vira-se o gajo e diz: "Ah e tal, vão fazer uma caminhada nocturna. É de Sintra até ao Cabo da Roca. Deve ser muita giro de fazer, não achas?"

"Sim, deve ser giro!" - digo eu.

"E que achas de irmos?" - pergunta ele.

"Está bem!" - respondo eu --------- e foi aqui que fiz a 1ª asneira -----------

"Então vou avisar que também vamos!" - acaba por dizer ele --------- e fim de conversa ---------

 

Comecei a pensar "18km até nem é assim tanto... fazendo nas calmas e tal, sem calor. É na boa!" ---------------- e foi aqui que me enganei a 1ª vez------------------

 

No dia em questão, lá fomos nós para a dita caminhada. Na mochila: Lanterna, água, barras energéticas... tudo coisas necessárias e que, generosamente, o meu gajo carregou por mim. (Obrigada gajo! És o máior!)

 

Começou tudo muito bem, o pessoal estava com um ritmo fixe e muito animado. 1ª subida, 2ª subida, 3ª subida.... às tantas perdi a conta das subidas. Algumas descidas para aliviar.

Vistas lindíssimas, um vento e frio do cacete,... ah! E mais subidas!

 

O pessoal cantarolava: ele era músicas infantis, ele era o hino nacional, ele era músicas pornográficas e, no meio disto tudo ainda assisti a alguns assédios no grupo, mas o único digno de se mencionar foi quando ouvi dizer em alto e bom som e sem qualquer pudor: "Ai Miguel! Se eu ficasse cá mais tempo até dançavas o Bira!" (Vira para os não-nortenhos).

 

Apesar das subidas, como chegámos ao 9ºkm em semi-descida o meu ânimo ia em grande. Parámos e foi altura para quem quisesse parar por ali, voltar no carro que lá se encontrava. --------------- e foi aqui que fiz a 2ª asneira ------------------

A Marisa ainda cheia de energia e ânimo (até porque alguém lhe disse "Ah e tal e agora o resto é mais fácil e é sempre a descer") disse: Eu estou bem, EU CONTINUO! ------------ e foi aqui que me enganei a 2ª vez ------------

 

Subidas, mais subidas... mas a descida ainda foi mais penosa. Eu arrastei-me, eu tropecei, eu amaldiçoei quem teve a ideia de ir naquela caminhada, eu praguejei, eu grunhi...

 

Assim que chegámos ao Cabo da Roca, uma vista maravilhosa da lua cheia sobre o Oceano, uma paisagem nocturna fabulosa. "Eu quero lá saber destar m#$! Porque carga de água me meti nisto. Dói-me tudo!" - Isto era o meu subconsciente a falar, peço desculpa.

Assim que nos metemos no carro para regressar fiquei KO com uma barra energética na mão que não chegou a ser comida por mim!

 

Resultado: 2 dias sem me conseguir mexer da cintura para baixo! Ainda têm a lata de dizer que ISTO é saudável!!!

 



publicado por Marisa às 19:01
| diz qualquer coisa | favorito
|

4 comentários:
De Midnite Joe a 9 de Setembro de 2008 às 10:43
Ouvi dizer que vai haver OUTRA caminhada... 13 de Setembro às 17h....


De Eu também fui!! a 20 de Agosto de 2008 às 19:52
...E pensar que a caminhada foi essencialmente em estradas e caminhos... para não cansar... Se tivesse sido como a última, a atravessar mato denso e a subir paredes, gostava de ver o que irias escrever... :)


De eu a 19 de Agosto de 2008 às 14:21
Mas ser radical é que é "cool"... caminhadas nocturnas, rafting, etc etc etc etc

Mas quando há problemas...aí não é nada "cool"


De Xu a 19 de Agosto de 2008 às 12:19
Eu ía-te chamar fraquinha mas, pensando melhor é preferivel estar calada. Porque tu ainda conseguiste chegar ao Cabo da Roca eu fiquei-me pelo caminho porque o Rui perdeu-se no caminho......
meninos....

LOL


Comentar post

sobre mim
online
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Coisas Recentes

Actas e actos

Só me apetece é gritar

A gaja vai à discoteca

Fim de Ano

Ia a conduzir e ouvi na r...

Coisas Antigas
subscrever feeds